Chegando em Ushuaia

13º Dia - 23/10/2015 - Puerto Natales até Ushuaia 770km


Não foi uma noite fácil, eu, medrosa, desliguei o aquecedor a gás do quarto, vai que tirasse a umidade do ar... e lá pela madruga acordamos congelados! dzzzzzz meu marido já acordou muito bravo, querendo ir embora, afinal no carro tinha ar condicionado! Após racioncinar um pouco resolvemos religar o aquecedor, não foi muito fácil, mas conseguimos! Affe! De tão nervosos nem olhamos a temperatura! Porém quando acordamos por volta das 9h, com sol alto fazia  -6º (seis graus negativos)! Realmente acho que foi uma noite fria!


Compensando a noite gelada fomos acolhidos com um café da manhã delicioso, bem servido, com talheres e cerâmicas de qualidade! Os hospedes, que são poucos, na época só havia dois quartos, sentam-se juntos a mesa, e pudemos conversar com outros viajantes, o que sempre é bem produtivo. Afinal adoramos o "Bed and Brekfast" Pire Mapu Cottage", e recomendamos muito. A cidade parece ser bem ajeitada e bonitinha, porém não tínhamos tempo. 


Hoje era o dia de chegar em Ushuaia, enfim chegaríamos ao fim do mundo! Tínhamos muitas dúvidas em relação ao combustível, pois sabia que era uma região de poucos postos, e não queríamos esticar a viagem em  100km até Punta Arenas só para abastecer, já que o dia seria longo, tendo em vista que teríamos 150 km de estrada de rípio mais a travessia do ferry no Estreito de Magalhães, antes de chegar na "Tierra del Fuego." 

Posto de Combustível na Ruta 9
Saímos de Puerto Natales com essa dúvida. No mapa rodoviário havia marcação de um posto de combustível em San Gregório, porém teve alguns marcados no mapa que não existiam, então, só vendo para crer. A Ruta 9 que vai até Punta Arenas é ótima, viajamos tranquilos. Já próximos do entroncamento com a Ruta 255 que vai até o Estreito de Magalhães tem um posto de combustível, bem precário, tinha só Diesel!  Resolvemos arriscar e continuamos. De Puerto Natales até San Sebastian, fronteira com a Argentina, onde tínhamos certeza de combustível são 485km. No nosso caso, íamos chegar bem apertados! Eis que em San Gregorio, há 256km de Puerto Natales, o tal posto de combustível do mapa, existia! Aí foi um alívio! Então coloca na agenda, posto de combustível em San Gregório:

Posto de Combustível em San Gregorio






Após o posto de combustível, tem a Estância San Gregorio, uma antiga fazenda, com dois barcos encalhados e alguns galpões, bem interessante!





Ás 13:50h chegamos no estreito, e por sorte, logo pudemos entrar  no ferry! Que não demorou a partir. Na balsa tinha uma lanchonete, onde comemos panchos bem saborosos! O ferry leva em torno de 30 minutos para chegar na "Tierra del Fuego"!  E daí segue o baile.... 






Da saída do ferry até San Sebastian, fronteira com a Argentina, onde começa a Ruta 03, com asfalto, tem 122 km de rípio, bem cansativo, com bastante pedras grandes e alguns burracos, achei tão cansativo que acabei cochilando em alguns trechos!  E nem lembrei de tirar fotos de tão chato que foi.....



Já eram 17h quando chegamos na fronteira com o Chile, uns 8 km à frente, San Sebastían, a fronteira com a Argentina, e o início do asfalto! Uffa! De San Sebastían até Rio Grande são 80k. Rio Grande é uma cidade grande e bem estruturada. Aproveitamos para comer e abastecer no YPF e pé na estrada, para Ushuaia ainda faltavam 200k.



De Rio Grande ao sul a estrada começa a ficar mais interessante, com algumas paisagens, mas, próximo de Tolhuin fica linda demais, penhascos, lagos, picos nevados, neve na estrada, estações de esquí..... fantástico! Já estava escurecendo e não conseguímos fotos muito boas!





Chegamos já escuro em Ushuaia, creio que por volta das 21h. Fiquei impressionada com o tamanho da cidade, bem maior que imaginava, e com o trânsito, bem intenso! Chegamos no nosso hotel, Hostería Les Eclaireurs, reservado previamente! 
Ainda tivemos pique para sair jantar e conhecer a cidade, o trânsito é razoavelmente fácil e conseguimos nos locomover com tranquilidade, com o gps, é claro! Bebemos um bom vinho com cordeiro patagônico, que estava demais! Quando saímos do restaurante pensa no susto: barreira policial! Apavorados, pois havíamos bebidos, já ficamos imaginando a situação, a apreensão do veículo, prisão do motorista..... Por sorte meu marido manteve a calma e pediram apenas os documentos do veículo! Ufffaaaa  em toda viagem não teve alívio maior! Que complicado, você vai para "Tierra del Fuego" e nem pode tomar  um fogo, digo, um vinho! ..... hahahahah




Postagens mais visitadas deste blog

Porto Alegre – Mendoza – Santiago – Deserto do Atacama – DE CARRO!

Patagônia de carro!

Torres del Paine